Eventos de Gestão Documental

 

No Dia do Museu, conheça o Memorial do TST, que guarda a história da Justiça do Trabalho

 

Em: 17 de Maio de 2018 às 06:30 PM

 Hoje, 18 de maio, comemora-se o Dia Internacional dos Museus. A data foi instituída em 1977 pelo Conselho Internacional de Museus (Icom), que integra a Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco). A data busca estimular o hábito de visitar exposições e obras de arte.

Ao visitar museus e exposições, encontramos obras dos mais variados estilos e vertentes, seja uma apresentação moderna, clássica ou contemporânea. É uma mistura de viagem no tempo, aula de História, cultura e lazer.  E as pessoas que trabalham no Tribunal Superior do Trabalho (TST), assim como o público externo, têm a possibilidade de realizar essa viagem no Memorial do TST.

Criado em 2000 e recentemente reinaugurado com o nome do primeiro presidente do TST, o Memorial Geraldo Montedônio Bezerra de Menezes, localizado no mezanino do Bloco A, reconstitui momentos importantes da história da Justiça do Trabalho. O acervo tem mobiliário de época, medalhas, fotografias antigas, togas de magistrados renomados como Bezerra de Menezes e Arnaldo Süssekind e equipamentos e documentos históricos, como os livros de posse dos ministros e dos servidores, carteiras de trabalho antigas e processos do Conselho Nacional do Trabalho (CNT) que pertencem ao Patrimônio da Humanidade, certificados pela Unesco.

O coordenador de Gestão Documental do TST, Luiz Fernando Duarte de Almeida, destaca a importância do Memorial para os servidores e para a instituição. “Todos os tribunais de que tenho conhecimento possuem um memorial. E diria até que, em relação aos outros poderes, o Judiciário, a meu ver, é o que mais incentiva a visitação”, diz. “No TST isso não poderia ser diferente. Há alguns anos procurei o Ibram [Instituto Brasileiro de Museus] e fiz nosso cadastro para participarmos de eventos relacionados ao Dia dos Museus, e todos os anos contribuímos com a data”.

Duarte, que tem quase 40 anos de experiência na área de documentação histórica, ainda cita a inclusão da tecnologia no museu. “Quando o memorial foi desenhado, pensamos nos princípios da acessibilidade e da tecnologia,” destaca. Segundo o coordenador, o espaço ganhará em breve um painel touchde 55 polegadas que permitirá o acesso a registros históricos.

O coordenador de Documentação do TST ainda fala sobre a importância de se estimular o hábito de visitar museus. “As pessoas se educam por meio da cultura. O olhar para trás tem um significado evolutivo. Quando você visita o memorial, está visitando a si mesmo. Enquanto servidor, você olha para trás e sente orgulho do que ajudou a construir,” conclui.

O Memorial do TST funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h. O público externo tem acesso também por meio de visitas guiadas no Projeto TST de Portas Abertas, que acontecem aos sábados, em dois horários: das 15h às 16h e das 16h às 17h.

(Nathan Victor/TG Fotos: Giovanna Bembom)  

 

 

 

 

CSJT disponibiliza curso sobre gestão de documentos arquivísticos 

O Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT) oferece aos servidores, curso sobre normas, metodologias e ferramentas de trabalho relacionadas à gestão de documentos arquivísticos.

O curso “Introdução à Gestão de Documentos” faz parte da formação técnica contida no Plano Anual de Capacitação da Justiça do Trabalho de 1º e 2º graus e teve sua primeira edição em 2017 com mais de 100 participantes.

O curso, que foi desenvolvido pelo servidor Leonardo Neves Moreira, conteudista do CSJT, será à distância de 2 a 16 de abril e tem carga horária de 15 horas.

As inscrições estão abertas e vão até o dia 26 de março, pelo e-mail ead@csjt.jus.br, informando o nome completo e o e-mail corporativo.

 

 

CGMNac-JT solicita ao CSJT pesquisa para elaboração do

Inventário dos Arquivos da Justiça do Trabalho

 

O objetivo da pesquisa é identificar aspectos quantitativos e qualitativos no que se refere aos autos de processos judiciais físicos preservados pelos órgãos de 1° e 2° graus da Justiça do Trabalho.

O escopo geral da pesquisa tem como base parâmetros desenvolvidos pelo historiador Alisson Droppa, Doutor pela Universidade de Campinas (Unicamp), indicado pelo CGMNac-JT para colaborar no desenvolvimento do formulário de consulta.

Da proposta original foram retirados questionamentos relativos à estrutura e aos aspectos administrativos das unidades de gestão de documentos, considerando que informações desse tipo já foram coletadas para elaboração dos diagnósticos dos arquivos da Justiça do Trabalho publicados pela CGDOC nos anos de 2009 e 2015, ambos disponíveis no site do CSJT.

A pesquisa será encaminhada pela CGDOC/CSJT aos responsáveis pela gestão de documentos dos 24 Tribunais Regionais do Trabalho, que providenciarão os dados sobre os Regionais e também sobre os acervos arquivísticos armazenados nas respectivas Varas do Trabalho.

Dessa forma, o responsável deverá encaminhar o formulário de consulta para o conjunto de Varas que porventura mantenham a gestão de seus próprios acervos arquivísticos. Uma vez fornecida a informação, o responsável do TRT deverá encaminhar os dados mediante preenchimento do formulário de pesquisa disponibilizado pela CGDOC/CSJT via e-mail. 

FORMULÁRIO DE PESQUISA

 

Edição 2017 da Semana da Memória

A Semana da Memória é uma ação promovida no sentido de destacar a importância da preservação e da divulgação do patrimônio histórico do TST e da Justiça do Trabalho, bem como oportuniza o debate sobre soluções voltadas à gestão documental e à memória.

É um evento anual previsto no calendário oficial do TST e, historicamente, tem contado com a parceria do CSJT.

Neste ano, ocorrerá o I Ciclo de Palestras - "Arquivos da Justiça do Trabalho: Experiências Compartilhadas", momento em que será possível apresentar projetos desenvolvidos no ano de 2017 na área de gestão documental e memória. 

Também está prevista uma Oficina Prática, mediante Visita Orientada ao Laboratório de Restauração Documental do TST, demonstrará as etapas do processo de restauração e conservação de documentos.

Confira abaixo a Programação do evento:

Semana da Memória 2017

 

Coordenadoria de Gestão Documental do CSJT passa a ter indicador estratégico específico: Meta 21

Com a publicação da Resolução n° . 197 CSJT, de 25 de agosto de 2017, que dispõe sobre a revisão do Plano Estratégico do Conselho Superior da Justiça do Trabalho para o período de 2017 a 2020, a gestão de documentos passa a ter um indicador estratégico específico.

Trata-se do Índice de Recolhimento de Acervo de Guarda Permanente (IRAGP),  que visa ampliar a preservação de documentos de caráter histórico. A descrição da meta 21 é a seguinte: alcançar o índice de 8% de recolhimento de acervo de guarda permanente na Justiça do Trabalho de 1° e 2° graus.

Segundo o Plano Estrégico, esse incremento deverá ocorrer de maneira escalonada conforme o quadro abaixo:

 

2017

2018

2019

2020

3%

4%

6%

8%

 

No dia 8 de novembro o CSJT realizará o I Ciclo de Palestras – Arquivos da Justiça do Trabalho: Experiências Compartilhadas, como parte das atividades da Semana da Memória-edição 2017. Nesse evento, haverá palestra específica para conscientizar os gestores de unidades de gestão de documentos da Justiça do Trabalho sobre a importância da meta 21, o impacto de sua aplicação e também o método que será aplicado para coleta de dados. 

 

Seminário sobre Gestão Documental e Memória Institucional do TRT 21

Em alusão ao 3º Dia do Arquivo do TRT 21 e integrando a 1ª Semana Nacional de Arquivo (Ministério da Justiça/Arquivo Nacional), a Escola Judicial comunica a realização do Seminário sobre Gestão Documental e Memória Institucional, a ser realizado no dia 23 de junho de 2017, das 9h às 13h, na EJud21.

O interessado em participar do evento pode fazer a inscrição acessando o link https://goo.gl/forms/iU1CfO4tox47yDq12, até o dia 22/06/2017 ou enquanto houver vagas.

A programação do evento contará com:

Exposição:
Tema: A importância da Gestão Documental para a preservação da Memória Institucional.

1ª Oficina:
Avaliação e Seleção de Autos Findos com vistas a definir sua destinação final.

2ª Oficina:
Passo a Passo para gerar a lista de eliminação no Sistema de Acompanhamento Processual da 1ª Instância – SAP 1

 

Mesa redonda discute elaboração e aplicação de Quadros de Arranjo na JT

 

A mesa foi formada pela juíza Maria Cristina Diniz Caixeta (mediadora) do TRT-3ª Região, Minas Gerais, e vice-presidente do Memojutra, pelo arquivista do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT) Leonardo Neves Moreira e por Justina Gonçalves, chefe da Seção de Arquivo Geral do TRT-22ª Região, Piauí. Ao final, houve participação da plateia, com perguntas e colocações de interesse específico.

O Quadro de Arranjo possui foco, na Justiça do Trabalho, nos processos judiciais, área finalística. Existem divisões para separar a documentação, de modo a definir um procedimento comum, ou seja, há uma estrutura padronizada para que os Tribunais Regionais do Trabalho possam organizar sua documentação.


Material utilizado no Curso de Descrição de Arquivos Permanentes

Durante a Semana da Memória, ocorrida entre os dias 09 e 11 de Novembro de 2016, foi realizado curso sobre Arranjo e Descrição de Arquivos Permanentes, com foco nas orientações e metodologias de trabalhos propostas no modelo de Quadro de Arranjo desenvolvido para a Justiça do Trabalho. 

O curso foi ministrado pelos servidores Leonardo Moreira, Analista Arquivista do CSJT, e Justina Gonçalves, Coordenadora da CPAD do TRT 22 e membro do Grupo de Trabalho de Gestão Documental do CSJT.

Visando a promover a divulgação dos conhecimentos compartilhados durante o curso, segue abaixo o link dos materiais e apresentações utilizados pelos palestrantes.

Material e Apresentação

 

Edição 2016 da Semana da Memória

A Semana da Memória é uma ação promovida no sentido de destacar a importância da preservação e da divulgação do patrimônio histórico do TST e da Justiça do Trabalho, bem como oportuniza o debate sobre soluções voltadas à gestão documental e à memória.

É um evento anual previsto no calendário oficial do TST e, historicamente, tem contado com a parceria do CSJT.

Confira abaixo a Programação do evento:

Semana da Memória 2016

 

CGDOC / CSJT realiza consulta pública sobre o Quadro de Arranjo

No período de 17/8/2016 a 21/10/2016, estará aberta consulta pública sobre o Quadro de Arranjo para os processos judiciais históricos da Justiça do Trabalho desenvolvido pelo Grupo de Trabalho de Gestão Documental do Conselho Superior da Justiça do Trabalho.

Essa consulta pública visa levantar críticas, opiniões, sugestões e avaliações que conduzam o Quadro de Arranjo a uma estrutura final compatível com a realidade e anseios das unidades de gestão documental e de memória dos órgãos da Justiça do Trabalho.

Para isso, está disponibilizado o documento "Proposta de orientação para implantar programa de arranjo e descrição de acervos permanentes da Justiça do Trabalho”.

Assim, as contribuições para subsidiar os estudos em curso poderão ser encaminhadas por meio do formulário eletrônico recebido po e-mail


Conteúdo de Responsabilidade da CGDOC

Coordenador de Gestão Documental
Luiz Fernando Duarte de Almeida
Telefone: 3043-7961
Email: cgdoc@csjt.jus.br