« Voltar

Auditores do CSJT visitam o TRT 24 para colaborar com o bom desempenho administrativo do órgão

 

O Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT) fez sua primeira auditoria in loco do ano nos dias 5 e 9 de março, no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 24ª Região. O TRT de Mato Grosso do Sul recebeu os auditores do Conselho para a avalição das áreas da gestão administrativa segundo critérios de risco, materialidade, criticidade, relevância e oportunidade. Os trabalhos objetivam agregar valor à instituição e contribuir para que ela se torne cada vez mais eficiente.

O Coordenador de Controle e Auditoria, Gilvan Nogueira do Nascimento, explica que as auditorias são instrumentos de grande ajuda e aproximação entre os TRTs. “O nosso trabalho é voltado para onde podemos agregar valor, onde o processo de trabalho está ineficiente e como é possível aperfeiçoar os resultados alcançados”.

De acordo com o chefe da Divisão de Auditoria, servidor Rilson Lima, a importância da auditoria está na sua capacidade de apoio, agregando valor ao órgão e desenvolvendo os mecanismos de gestão. “A auditoria não existe para apontar falhas. Existe para, ao se identificar falhas, propor caminhos de soluções”, observa. Para Rilson, as auditorias são aliadas da alta administração para que a Justiça do Trabalho se torne cada vez mais eficiente.

Tipos de auditoria
Os auditores do CSJT cumprem a competência constitucional de exercer a supervisão administrativa, orçamentária, financeira e patrimonial da Justiça do Trabalho de primeiro e segundo graus. Para isto, os servidores avaliam os aspectos relacionados ao desempenho administrativo dos órgãos da Justiça do Trabalho, especialmente os relacionados à economicidade, eficiência e eficácia.

As ações de controle realizadas pelos auditores do Conselho se subdividem em várias funções, dentre elas estão: auditoria in loco, auditoria sistemática, ação coordenada de auditoria, emissão de parecer técnico e monitoramento. Todas essas têm como foco a análise de dados, sistemas, atos e procedimentos referentes à atuação administrativa dos TRTs e das unidades administrativas do CSJT.

Todas as análises feitas pelos auditores levam em conta as normas constitucionais, a legislação aplicável e a interpretação que lhes são dadas pelo Conselho Nacional de Justiça, pelo CSJT e pelo Tribunal de Contas da União. A Coordenadoria de Controle e Auditoria é responsável por realizar as ações de controle previstas no Plano Anual de Fiscalização.

Auditoria in loco
In loco é uma expressão originada do latim que significa ‘no lugar’, por isso as auditorias in loco ou inspeções são quando as ações de controle dos auditores do CSJT visitam os órgãos da Justiça do Trabalho. Esta objetiva a avaliação de áreas de gestão administrativas previamente selecionadas por meio de critérios de risco, materialidade, criticidade, relevância e oportunidade.

As auditorias in loco são realizadas nos tribunais regionais sem uma periodicidade específica. As visitas aos tribunais são feitas conforme o estabelecido no Plano Anual de Fiscalização, que identifica quais os TRTs reúnem informações suficientes para serem auditados.

Calendário de auditorias in loco do Plano Anual de Fiscalização

Auditorias in loco

Tribunal Regional do Trabalho/ UF

Áreas de exame da auditoria

Período da inspeção in loco

TRT da 24ª Região / MS

Gestão Administrativa

5 a 9 de março de 2018

TRT da 9ª Região/PR

Gestão de Tecnologia da Informação

2 a 6 de abril de 2018

TRT da 21ª Região/RN

Gestão de Pessoas

2 a 6 de abril de 2018

TRT da 7ª Região/CE

Gestão Administrativa

4 a 8 de junho de 2018

TRT da 6ª Região/PE

Gestão de Pessoas

4 a 8 de junho de 2018

TRT da 17ª Região / ES

Gestão de Obras

4 a 8 de junho de 2018

TRT da 3ª Região/MG

Gestão de Pessoas

6 a 10 de agosto de 2018

TRT da 11ª Região/AM

Gestão de Tecnologia da Informação

1 a 5 de outubro de 2018

(Nathalia Valente/RT)

Divisão de Comunicação do CSJT
Esta matéria tem caráter informativo, sem cunho oficial.
É permitida a reprodução mediante citação da fonte.
(61) 3043-4907