Publicador de ativo
« Voltar

TRT8 se destaca como pioneiro na aplicação de Gestão de Riscos no Judiciário


(25/09/17)

No último dia 06 de setembro a equipe da Coordenadoria de Governança Institucional do TRT8 realizou um Workshop de Gestão de Riscos para gestores do Tribunal Regional Eleitoral do Pará. Pioneiro na implementação de política de gestão de riscos no âmbito público, com reconhecimento do Tribunal de Contas da União, que o aponta como referência, o TRT da 8ª Região já possui, além de sua política, o plano de tratamento dos riscos identificados.

Em julho deste ano, no “III Fórum de Boas Práticas de Auditoria e Controle Interno do Poder Judiciário”, ocorrido em Recife, a equipe de controle interno TRE-PA teve conhecimento do pioneirismo do TRT8 na área de gestão de riscos, apontada como referência da prática já consolidada. Segundo o secretário de controle interno e auditoria do TRE-PA, com base no acordo de cooperação técnica que está sendo firmado entre os dois tribunais, surgiu a ideia de se elaborar o workshop como uma perspectiva prática do acordo, atingindo cerca de 50 servidores daquele tribunal eleitoral.

O secretário de Controle Interno e Auditoria do TRE-PA, Samuel Marinho, afirma que o TRT8 é tido como uma referência em Gestão de Riscos no setor público, citado por diversos setores, especialmente pelo Tribunal de Contas da União. “Nós participamos do III Fórum de Boas Práticas de Auditoria e Controle Interno do Poder Judiciário, lá a experiência de gestão de riscos do TRT da 8ª Região foi referenciada como sendo uma boa prática já em consolidação em termos práticos. Além disso, em contato com o secretário de controle externo do TCU no Pará, ele recomendou que nós fôssemos fazer uma visita ao TRT8 com o mesmo intuito de absorver essa prática que já estava bem avançada naquele regional trabalhista”, ressaltou.

A Coordenadora de Governança Institucional do TRT8, Lia Martins, destacou que a equipe do TRT8 foi convidada para repassar sua prática na gestão de riscos que se tornou uma referência. “Aqui nós não estamos focando na teoria, e sim na prática, em como nós conseguimos, com sucesso, implementar a gestão de risco no TRT8. O retorno que nós estamos tendo é da gestão de riscos bem reconhecida porque ainda é muito novo”, destacou.

Izabel Lopes, servidora do TRE-PA, participante do workshop, aponta a importância de se aprender e trocar experiências com quem já passou pelo mesmo processo. “É importante, porque como nós ainda não temos e estamos em um processo de assumir a governança, é importante ter a visão de um instituição que já implantou. E saber como foi, o que aconteceu, quais foram os processos que eles passaram pra nós levarmos como exemplo”, frisou.

O TRT8 começou a implantar a Gestão de Riscos em 2015, sob o patrocínio do desembargador José Maria Quadros de Alencar, que, mesmo após a sua aposentadoria, se manteve à frente da implantação da gestão de riscos, como voluntário.

Fonte: TRT8