« Voltar

Reportagem do TRT da 2a Região é destaque do Jornada

 

Programa desta semana mostra como as postagens inadequadas em redes sociais têm contribuído para o aumento do número de ações envolvendo demissões por justa causa no Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região

O programa Jornada desta semana apresenta uma reportagem sobre os efeitos negativos da utilização das redes sociais por trabalhadores em geral. No Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região, com jurisdição na cidade de São Paulo e Baixada Santista, foi observado um aumento das reclamações trabalhistas que visam à demissão por justa causa em razão de comentários ofensivos a empresas na internet.

A reportagem mostra quais são os limites que devem ser observados pelas pessoas no ambiente virtual, o que pode ser controlado pelo empregador, além de exemplos de postagens que resultaram em demissão por justa causa de empregados. O juiz do trabalho Mauro Schiavi enumera diversas situações que são consideradas lesivas à honra e à fama das empresas e de seus representantes.

A juíza do trabalho Soraya Lambert lembra que não são apenas os casos de ofensa direta ao empregador que levam à justa causa. “A partir do momento em que o empregado faz um comentário homofóbico ou racista, isso vai fazer com que o público relacione a publicação com a imagem da empresa, gerando um dano de grande monta”, afirma.

O Jornada é exibido pela TV Justiça às segundas-feiras, às 19h30, com reapresentações às terças-feiras, às 7h; às quartas-feiras, às 19h30; às quintas-feiras, às 7h; e aos sábados e domingos, às 6h. As edições também podem ser assistidas pelo canal do CSJT no Youtube: www.youtube.com/csjtoficial.

Assista à reportagem do Jornada:


(RT / Divisão de Comunicação do CSJT / CRTV)

Divisão de Comunicação do CSJT
Esta matéria tem caráter informativo, sem cunho oficial.
É permitida a reprodução mediante citação da fonte.
(61) 3043-4907 

 

_____________________________________________
Conteúdo de Responsabilidade da DCCSJT
Divisão de Comunicação
Email: comunica@csjt.jus.br
Telefone: (61) 3043-4907