Menu de Navegação

Notícias

null 5ª Semana Nacional da Conciliação Trabalhista é aberta em cerimônia no Rio de Janeiro

Com o slogan “Menos Conflitos. Mais Soluções: com a conciliação o saldo é sempre positivo”, a edição deste ano será realizada até sexta (31/5) em todo o país.

O vice-presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST) e do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT), ministro Renato de Lacerda Paiva, abriu oficialmente nesta segunda-feira (27) a 5ª Semana Nacional da Conciliação Trabalhista. Estiveram presentes à cerimônia, realizada no Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (RJ), o presidente do TRT da 1ª Região (RJ), desembargador José da Fonseca Martins Junior, e o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, além de outras autoridades.

Na abertura da solenidade, o ministro Renato de Lacerda Paiva, que coordena a Comissão Nacional de Promoção à Conciliação da Justiça do Trabalho, ressaltou que o propósito da Justiça do Trabalho é mostrar para a sociedade que o acordo é a solução mais viável e eficiente para as demandas judiciais.

“Sempre foi e tem sido papel da Justiça do Trabalho a pacificação social. E nada mais eficiente do que a solução dos conflitos através do diálogo e da solução compartilhada”, disse. “A sociedade moderna compreendeu que este é o melhor caminho para a solução de disputas. Um caminho aberto pelo Judiciário Brasileiro com a Resolução 125 de 2010 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e com a Resolução 174 de 2016 do CSJT”, completou.

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, exaltou o papel da conciliação no Poder Judiciário e parabenizou a iniciativa da Justiça do Trabalho de promover um evento nacional voltado à conciliação trabalhista. “Eu acredito na conciliação. Ela dá um resultado mais imediato”, disse.

A cerimônia de abertura do evento foi transmitida ao vivo pelo canal do TRT no YouTube. Clique aqui para assistir. Confira também as fotos da cerimônia.

Semana Nacional

Durante a campanha, a Justiça do Trabalho em todo o país soma esforços para ampliar o número de audiências, buscando alcançar o maior número possível de acordos.

No Sudeste do país, por exemplo, o TRT da 2ª Região (SP) agendou mais de seis mil processos para tentar a conciliação. No TRT da 15ª Região (Campinas/SP), por sua vez, são previstas mais de 10 mil audiências de conciliação.

Na região Nordeste, os TRTs também estão empenhados. O TRT da 5ª Região (BA) agendou quase quatro mil audiências de conciliação, enquanto o TRT da 16ª Região (MA), mais de duas mil.

O TRT da 19ª Região (AL) está com mais de 800 audiências agendadas. O TRT da 21ª Região (RN) realizou uma solenidade que marcou o início das atividades e programou cerca de 300 audiências, que contarão com a participação do Ministério Público do Trabalho e dos sindicatos.

No Sul do Brasil, o TRT da 12ª Região (SC) deve mobilizar 10 mil pessoas com 200 audiências programadas em Joinville (SC), 50 no Cejusc de Jaraguá do Sul (SC) e 90 em Rio do Sul (SC). O TRT da 9ª Região (PR) agendou 750 audiências, que serão realizadas em Curitiba.

Na região Norte, o Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região (AM/RR) realizará 774 audiências de conciliação. No Centro-Oeste, o TRT da 10ª Região (DF/TO) agendou cerca de 400, que incluem processos envolvendo a Caixa Econômica Federal, o Banco do Brasil e a Defensoria Pública da União.

(NV/AJ)

Divisão de Comunicação do CSJT
Esta matéria tem caráter informativo, sem cunho oficial.
É permitida a reprodução mediante citação da fonte.
(61) 3043-4907

Rodapé Responsável DCCSJT

Conteúdo de Responsabilidade da SECOM/TST
Telefone: (61) 3043-7882
E-mail: secom@tst.jus.br