Menu de Navegação

Notícias

null Ministra do TST Kátia Magalhães Arruda é eleita conselheira do CSJT

A eleição foi realizada nesta segunda-feira (15), durante sessão do Tribunal Pleno do Tribunal Superior do Trabalho.

A ministra do Tribunal Superior do Trabalho (TST) Kátia Magalhães Arruda foi eleita membro titular do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT). A eleição ocorreu nesta segunda-feira (15), durante sessão do Tribunal Pleno do TST. A magistrada ocupará a vaga do ministro Alberto Luiz Bresciani de Fontan Pereira, cujo mandato se encerra em 24 de junho de 2020. A ministra Delaíde Miranda Arantes foi eleita conselheira suplente.

Sobre a nova conselheira 

Kátia Magalhães Arruda nasceu no Ceará. É bacharel em Direito e mestre em Direito Constitucional pela Universidade Federal do Ceará. É doutora em Políticas Públicas pela Universidade Federal do Maranhão e pesquisadora de temas relacionados à precarização do trabalho, à eficácia dos direitos constitucionais trabalhistas e ao trabalho infantil.

Iniciou na magistratura do Trabalho em 1990, quando foi aprovada em concurso público para atuar no Tribunal Regional do Trabalho da 16ª Região, no Maranhão. Presidiu as Varas do Trabalho de Imperatriz, Caxias e também as 1ª e 4ª Varas de São Luís. Em 2000, foi promovida a desembargadora do TRT 16ª Região, ocupando os cargos de corregedora no período de 2003-2005 e de presidente no biênio de 2005-2007. Em 27 de março de 2008, assumiu o cargo de ministra do Tribunal Superior do Trabalho. 

Atualmente, é conselheira da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados do Trabalho (ENAMAT) e coordenadora do Programa Nacional de Combate ao Trabalho Infantil e de Estímulo à Aprendizagem, do TST.

(NV/GS)

Rodapé Responsável DCCSJT

Conteúdo de Responsabilidade da SECOM/TST
Telefone: (61) 3043-7882
E-mail: comunica@csjt.jus.br