Menu de Navegação

Notícias

null Reportagem sobre riscos do trabalho infantil urbano é finalista do XVII Prêmio Nacional de Comunicação e Justiça

Promovido pelo Fórum Nacional de Comunicação e Justiça, o prêmio reconhece os melhores trabalhos realizados pelas assessorias de comunicação de todos os órgãos ligados à Justiça do país.

A matéria “Riscos do trabalho infantil urbano”, produzida pela Coordenadoria de Rádio e TV do Tribunal Superior do Trabalho, está entre as finalistas da 17ª edição do Prêmio Nacional de Comunicação e Justiça. Promovida pelo Fórum Nacional de Comunicação e Justiça, a premiação reconhece os melhores trabalhos realizados pelas assessorias de comunicação de todos os órgãos ligados à Justiça do país. 

Para a produção da matéria, a equipe de Rádio e TV do TST, que concorre na categoria grande reportagem, contou com apoio e colaboração do Programa de Combate ao Trabalho Infantil e de Estímulo à Aprendizagem do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT). A reportagem especial, veiculada no programa Jornada, apresenta flagrantes de trabalho infantil no centro da capital federal.

Algumas crianças trabalham sob orientação dos pais, vendendo comida nas ruas da cidade para ajudar no sustento da família. A matéria também mostra o depoimento de especialistas que apontam como o trabalho na infância é prejudicial não apenas para a criança, mas também para toda a sociedade.

Segundo o IBGE, 1,8 milhão de crianças e adolescentes com idade entre 5 e 17 anos realizam algum tipo de trabalho no Brasil. Seja para benefício próprio ou para ajudar no sustento da família, a prática pode deixar consequências severas na vida de crianças e adolescentes, podendo levar ao desenvolvimento de traumas e, até mesmo, de patologias mais graves.

Confira a reportagem:

Conbrascom 2019

A divulgação dos vencedores será nesta sexta-feira (31), às 19h, no encerramento do Congresso Brasileiro dos Assessores de Comunicação do Sistema de Justiça (Conbrascom 2019), em São Paulo. Ao todo, são 12 categorias, cada uma com três finalistas. A comissão julgadora é formada por 33 profissionais de diferentes áreas da Comunicação e de diversas regiões do Brasil. Ao todo, o Prêmio recebeu a inscrição de 213 trabalhos.

Outros projetos de comunicação da Justiça do Trabalho concorrem ao prêmio. O TST também é finalista na categoria comunicação interna, com o informativo "TST em Dia". O TRT da 18ª Região concorre em duas categorias: Mídia Radiofônica – “Minuto da Reforma” e Programa de TV – “Programa Hora Extra”. Os TRTs da 10ª Região (DF/TO), da 23ª Região (MT) e da 2ª Região (SP) concorrem, respectivamente, aos prêmios Mídia Digital – “Novo portal do TRT-10”; Grande Reportagem – “O Sonho Brasileiro – Reportagem especial multimídia” e Mídia Social – “Quero ser TRTeiro”.

(TG/AJ)

Divisão de Comunicação do CSJT
Esta matéria tem caráter informativo, sem cunho oficial.
É permitida a reprodução mediante citação da fonte.
(61) 3043-4907

Rodapé Responsável DCCSJT

Conteúdo de Responsabilidade da SECOM/TST
Telefone: (61) 3043-7882
E-mail: secom@tst.jus.br