Menu de Navegação

Notícias

null TRT-8 é destaque na Meta 7 do Plano Estratégico da Justiça do Trabalho 2017

 

O Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região, com jurisdição no Pará e Amapá, foi destaque na Meta 7 do Plano Estratégico da Justiça do Trabalho 2017. O objetivo estabelecido na meta era identificar e julgar, até 31 de dezembro de 2017, pelo menos 90% dos processos distribuídos até 31 de dezembro de 2015, nos 1º e 2º graus. O TRT da 8ª Região atingiu o destaque, por julgar 99,22% em 2017.

 

O coordenador de Gestão Estratégica do Tribunal Regional da 8ª Região, Rodopiano Neto, destaca que a implantação do Sistema Hórus, ferramenta de inteligência de negócios, ajudou a identificar processos antigos e estabeleceu metas de julgamento por Vara do Trabalho, Turma e Gabinete. Outro diferencial do Tribunal tem sido a governança, que compreende os mecanismos de liderança, estratégia e controle colocados em prática para avaliar, direcionar e monitorar a atuação da gestão.

 

De acordo com a presidente do TRT da 8ª Região, desembargadora Suzy Koury, o alcance das metas indica em números os resultados da entrega da prestação jurisdicional, por isso ser destaque na Meta 7 beneficiou muito o Tribunal Regional. “Os números são um instrumento de gestão, e eles nos revelam o que está acontecendo em nosso Tribunal e como podemos agir e implantar melhorias”, explica a desembargadora.

 

O fortalecimento dos processos de governança e gestão, com vistas à transição do modelo burocrático para o gerencial, foi uma das ações recomendadas por Rodopiano Neto, para que outros Tribunais Regionais do Trabalho também atingissem a Meta 7. “No caso do TRT da 8ª Região, a Corregedoria Regional realiza Correições Integradas, que contam com a participação de representantes das áreas de gestão estratégica, gestão de pessoas (psicóloga) e do núcleo de pesquisa patrimonial”, destaca.

 

Além disso, a Presidência promove reuniões gerenciais periódicas com as Turmas. Outra sugestão para os demais TRTs é a estratégia de alinhamento das unidades por meio de planos de contribuição, o que favorece o desenvolvimento da visão sistêmica e a utilização de uma boa ferramenta de inteligência de negócios.

 

Para ser destaque novamente em 2018, a equipe do TRT da 8ª Região desenvolveu um módulo específico do Sistema Hórus, que busca identificar quais processos estão impactando nos resultados do Índice de Gestão do Desempenho das Varas do Trabalho (iGest).

 

Sobre o iGest

 

O iGest foi desenvolvido pela Corregedoria-Geral da Justiça do Trabalho com a finalidade de contribuir para o aprimoramento da gestão das Varas do Trabalho do país. O índice sintetiza a gestão das Varas do Trabalho em cinco indicadores: acervo, celeridade, produtividade, taxa de congestionamento e força de trabalho.

 

A solução desenvolvida pela Coordenadoria de Gestão Estratégica do TRT da 8ª Região, para aprimorar os resultados do iGest, consiste em um módulo automatizado de apuração e controle das variáveis, dos indicadores e do próprio iGest, permitindo o monitoramento contínuo das ações gerenciais executadas pelas Varas do Trabalho, em qualquer período. 

 

De acordo com o coordenador de Gestão Estratégica, com a finalidade de contribuir para que mais Tribunais Regionais do Trabalho  aprimorem seus resultados, o TRT da 8ª Região promoveu, nos dias 3 e 4 de setembro deste ano, um grande workshop nacional sobre o módulo iGest. O workshop contou com a participação de representantes de praticamente todos os TRTs, além do Tribunal Superior do Trabalho (TST) e do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT), ocasião em que o módulo foi compartilhado com todos os Tribunais. 

 

(JA/GL– Divisão de Comunicação do CSJT) 

 

Divisão de Comunicação do CSJT
Esta matéria tem caráter informativo, sem cunho oficial.
É permitida a reprodução mediante citação da fonte.
(61) 3043-4907

 

 

 

Rodapé Responsável DCCSJT

Conteúdo de Responsabilidade da SECOM/TST
Telefone: (61) 3043-7882
E-mail: secom@tst.jus.br