Ir para o conteúdo

Trabalhadores e hospitais do RS entram em acordo para redação de protocolo de enfrentamento à pandemia - CSJT2

Aplicações Aninhadas

Publicador de conteúdo web (Global)

Publicador de conteúdo web (Global)

Aplicações Aninhadas

Publicador de conteúdo web (Global)

Publicador de conteúdo web (Global)

Publicador de conteúdo web (Global)

Conciliação Trabalhista - Início - Banner Superior Direito

 

Banner2 - Conciliação Trabalhista

 

Publicador de conteúdo web (Global)

NOTÍCIAS
 

Publicador de Conteúdos e Mídias

null Trabalhadores e hospitais do RS entram em acordo para redação de protocolo de enfrentamento à pandemia

O Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (RS) deu continuidade nesta terça-feira (19) à mediação entre trabalhadores da saúde e hospitais do Estado. Federação dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde do RS e Conselho Regional de Enfermagem (COREN/RS) chegaram a um consenso com a Federação dos Hospitais e Estabelecimentos de Saúde do RS (FEHOSUL) para a redação de um protocolo de compromissos a serem observados enquanto durar o estado de calamidade pública previsto no Decreto Legislativo 6/2020.

As negociações vêm sendo coordenadas pelo vice-presidente do Tribunal, desembargador Francisco Rossal de Araújo. Também participaram da videoconferência as juízas do Trabalho Camila Tesser Wilhelms e Ana Júlia Fazenda Nunes, bem como representantes da Secretaria Estadual de Saúde e da Federação das Associações de Municípios (Famurs). Pelo Ministério Público do Trabalho, a procuradora regional Beatriz de Holleben Junqueira Fialho acompanha o processo.

Dentre os principais itens que devem compor o documento final, estão cláusulas sobre ambiente de trabalho e práticas de higiene e segurança; atenção especial aos empregados que pertencem aos grupos de risco e recomendações quanto ao fornecimento de equipamentos de proteção individual (EPIs). O compromisso deve conter, ainda, tópicos sobre canais de informação e comunicação, para divulgação das orientações dos agentes políticos no âmbito da saúde e do centro de Operações Emergência Covid-19 do Estado. Ficou registrada a criação de um grupo de diálogo, formado por até quatro integrantes de cada entidade signatária, que será mantido enquanto permanecer a situação de calamidade.

Por fim, a Famurs se comprometeu a fazer a interlocução entre as partes, principalmente no que se refere à divulgação aos municípios sobre normas, condições de trabalho e fornecimento de EPIs. Além disso, vai recomendar que as ações efetivas de enfrentamento à pandemia, preferencialmente, não sejam realizadas por integrantes dos grupos de risco, respeitadas as particularidades de cada cidade. A conscientização de prefeitos e demais autoridades políticas também será realizada para que sigam as orientações científicas e técnicas dos profissionais de saúde na resolução de fatos que surjam no decorrer do período.

O protocolo de compromissos será redigido pelo procurador da entidade profissional e, após a assinatura das partes, juntado aos autos para o encerramento da mediação. A íntegra da ata pode ser acessada aqui.    

Fonte: TRT da 4ª Região (RS)

Ver todas as notícias

Conciliação Trabalhista - Início - Banner Publicidade

Aplicações Aninhadas

Aplicações Aninhadas

Conciliação Trabalhista - Início - Rodapé Banner 1

Conciliação Trabalhista - Início - Rodapé Banner 2

Conciliação Trabalhista - Início - Rodapé Banner 3