Banner rotativa - Conciliação Trabalhista

Título do Conciliômetro 2018 - Coluna 30

Conciliação Trabalhista

Dados Finais

Conciliômetro 2019 - Coluna 30

0
28.636
 
GRANDE PORTE: 1º - TRT15          2º - TRT02          3º - TRT01          MÉDIO PORTE: 1º - TRT05          2º - TRT06          3º - TRT12          PEQUENO PORTE: 1º - TRT22          2º - TRT14          3º - TRT16         

 

Publicador de Conteúdos e Mídias

null Mês de conciliação em Goiás rendeu mais de R$ 16 milhões aos reclamantes em 1722 acordos

Foram realizadas um total de 5842 audiências de tentativa de conciliação, em processos em fase de conhecimento e de execução, que renderam 1722 acordos homologados.

O Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec) divulgou o balanço do Mês Nacional de Conciliação no Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região (GO). Foram realizadas um total de 5842 audiências de tentativa de conciliação, em processos em fase de conhecimento e de execução, que renderam 1722 acordos homologados. No total foram pagos aos reclamantes R$ 16.480.627,00.

Com o slogan “O mundo precisou mudar, a forma de conciliar também”, a Justiça do Trabalho promoveu um mutirão nacional de audiências virtuais entre os dias 03 e 30 de novembro, o Mês Nacional da Conciliação. O novo formato foi adotado pelo Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT) e Tribunal Superior do Trabalho (TST) como uma alternativa à tradicional Semana Nacional de Conciliação, realizada geralmente no mês de maio, mas que havia sido cancelada devido à pandemia da covid-19.

O coordenador do Nupemec e corregedor regional, desembargador Daniel Viana Júnior, afirmou que, mesmo diante da gravidade da crise sanitária trazida pelo coronavírus, sobretudo pelo impacto econômico proveniente da pandemia, o TRT se esforçou para alcançar um resultado satisfatório.

Daniel Viana destacou o esforço e o trabalho dos juízes e servidores, a operosidade dos advogados e a boa vontade das partes para que o mutirão acontecesse da melhor forma possível. “Tenho certeza que vamos superar os obstáculos impostos pelo distanciamento social e cumprir a nossa missão de distribuir justiça e pacificar os conflitos trabalhistas”, afirmou.

Fonte: TRT da 18ª Região (GO)