Voltar

Tribunais da Justiça do Trabalho são premiados com selo do CNJ

No total, a Justiça do Trabalho recebeu do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) 21 selos por excelência e qualidade.

O Tribunal Superior do Trabalho e 20 Tribunais Regionais do Trabalho (TRTs) foram agraciados nesta segunda-feira (25) pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) com o Prêmio CNJ de Qualidade durante o XIII Encontro Nacional do Poder Judiciário. O Prêmio é um estímulo para os segmentos do Poder Judiciário buscarem excelência na gestão e no planejamento de suas atividades; na organização administrativa e judiciária; e na sistematização e disseminação das informações e da produtividade. No total, a Justiça do Trabalho conquistou 22 selos por excelência e qualidade.

A novidade deste ano foi a premiação “Melhor do Ano 2019”, que buscou identificar os tribunais que se destacaram na comparação com seus pares. Foram avaliados os órgãos pertencentes ao mesmo segmento de Justiça. Na Justiça do Trabalho, o TRT da 15ª Região (Campinas/SP) conquistou o prêmio pelo desempenho em todos os eixos temáticos (Governança, Produtividade, Transparência e Informação). A conquista do prêmio nessa categoria exige que o tribunal obtenha, no mínimo, 60% da pontuação relativa. Os tribunais superiores não concorreram.

Premiados

Conforme a pontuação obtida, os tribunais foram divididos em três categorias: Diamante, Ouro e Prata. A categoria Diamante premiou os TRTs da 11ª Região (AM/RR) e da 15ª Região (Campinas/SP). No selo de ouro, foram premiados os TRTs da 3ª Região (MG), da 6ª Região (PE), da 8ª Região (PA/AP) e da 9ª Região (PR), além dos TRTs da 12ª Região (SC), da 13ª Região (PB), da 18ª Região (GO) e da 22ª Região (PI)

Na categoria Prata, 10 tribunais foram premiados: TRTs da 1ª Região (RJ), da 2ª Região (SP), da 4ª Região (RS), da 5ª Região (BA), da 10ª Região (DF/TO), da 14ª Região (RO/AC), da 16ª Região (MA), da 17ª Região (ES), da 19ª Região (AL) e da 21ª Região (RN).

O Tribunal Superior do Trabalho foi agraciado com o selo ouro.

Confira a lista dos vendecores.

O Prêmio

Criado em 2014 pelo CNJ, o prêmio visa estimular os tribunais brasileiros na busca pela excelência nos aspectos de gestão e planejamento, organização administrativa e judiciária, sistematização e disseminação das informações e produtividade, sob a ótica da prestação jurisdicional.

Para mais informações, acesse a Cartilha Prêmio CNJ de Qualidade. O documento apresenta informações mais detalhadas sobre as categorias da premiação, a metodologia utilizada e a pontuação exigida em cada categoria.

(NV/AJ) – com informações e foto da Agência CNJ

Divisão de Comunicação do CSJT
Esta matéria tem caráter informativo, sem cunho oficial.
É permitida a reprodução mediante citação da fonte.
(61) 3043-4907