Voltar

5ª Semana Nacional da Conciliação Trabalhista movimentou até agora R$ 954,5 milhões

Mesmo sem contar ainda com os dados consolidados, que devem ser apresentados na próxima semana, o valor arrecadado na edição deste ano superou os R$ 874 milhões movimentados em 2018.

Promovida de 27 a 31 de maio, a 5ª Semana Nacional da Conciliação Trabalhista chegou ao fim nesta sexta-feira (31), e os dados preliminares mostram que a edição deste ano foi bem-sucedida, alcançando um novo recorde de movimentação de valores. Mesmo sem contar ainda com os dados consolidados, a serem apresentados na próxima semana, o valor movimentado em 2019 atingiu R$ 954,5 milhões, bem acima dos R$ 874 milhões de 2018. Em apenas cinco dias, foram mais de 23 mil acordos homologados pelo país.

O vice-presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST) e do Conselho Superior da Justiça do Trabalho, ministro Renato de Lacerda Paiva, participou da cerimônia de encerramento, realizada no Tribunal Regional do Trabalho da 20ª Região (SE). Na ocasião, o ministro afirmou que a Justiça do Trabalho se uniu em prol dessa iniciativa, que, além de ter um objetivo de proporcionar maior celeridade no encerramento de conflitos trabalhistas por meio da solução amigável, visa passar à sociedade a ideia de que o diálogo e a boa vontade devem estar sempre presentes.

Lembrou ainda que o volume de recursos movimentado trará benefício não apenas para os trabalhadores, mas também para a economia do país. “Os números preliminares demonstram uma arrecadação bem elevada. Esse dinheiro vai para o bolso do trabalhador e, naturalmente, alavancará a economia local. Estamos todos de parabéns”, celebrou.

Conciliações pelo Brasil

No TRT da 1ª Região (RJ), um acordo de conciliação firmado entre o Sindicato dos Professores do Município do Rio de Janeiro e a Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) alcançou o valor de R$ 233,5 milhões. A resolução do conflito vai beneficiar mais de mil professores.

No Nordeste, mereceu destaque foi a conciliação conduzida pelo TRT da 21ª Região (RN), que resultou no acordo de R$ 10 milhões da equipe do ABC Futebol Clube com ex-atletas e ex-funcionários da associação esportiva. Na região Norte, o TRT da 11ª Região (AM/RR) homologou acordo de R$ 597,2 mil, que garantirá o pagamento das parcelas rescisórias a 46 vigilantes.

No Centro-Oeste, o TRT da 23ª Região (MT) conduziu conciliação no valor de R$ 390 mil entre o Banco Santander e um empregado que buscava, entre outros pedidos, equiparação salarial. Além disso, um acordo no  TRT da 18ª Região (GO) pôs fim a um processo entre um servente e um pedreiro que tramitava há 20 anos.

Na região Sul, o TRT da 4ª Região (RS) conseguiu, por meio de solução amigável, encerrar ação que durou 22 anos auizada por um empregado que trabalhou nua lavadora de veículos nos anos de 1995 a 1997.

Para saber mais sobre acordos homologados na 5ª Semana Nacional da Conciliação Trabalhista, acesse o site da Conciliação Trabalhista.

(VC/AJ)

Divisão de Comunicação do CSJT
Esta matéria tem caráter informativo, sem cunho oficial.
É permitida a reprodução mediante citação da fonte.
(61) 3043-4907

_____________________________________________
Conteúdo de Responsabilidade da DCCSJT
Divisão de Comunicação
Email: comunica@csjt.jus.br
Telefone: (61) 3043-4907