Voltar

TST e CSJT promovem V Curso de Cerimonial e Protocolo da Justiça do Trabalho

O evento busca unificar os procedimentos de protocolo e cerimonial nos órgãos do Poder Judiciário.

O presidente do TST e do CSJT, ministro Brito Pereira, abriu o V Curso de Cerimonial e Protocolo da Justiça do Trabalho, realizado nos dias 4 e 5 de julho, no auditório do 1º andar do bloco B do TST. Promovido pela Assessoria do Cerimonial da Presidência (Acepres), o curso busca qualificar os profissionais e unificar os protocolos dos eventos em toda a Justiça do Trabalho. 

“Os cerimonialistas são os nossos guias, o nosso apoio e a garantia de que nada vai dar errado. Eu tenho muito orgulho do cerimonial da Justiça do Trabalho”, destacou o ministro Brito Pereira. Segundo ele,  um bom cerimonialista tem sempre um plano B e sabe improvisar nos momentos necessários.

De acordo com a chefe da Acepres, Liliane Elias, o curso contribui para a reciclagem dos protocolos da Justiça do Trabalho que, segundo ela, estão sendo constantemente atualizados. “O TST está trabalhando em parceria com os TRTs para regulamentar os protocolos dentro da Justiça do Trabalho. O propósito é uniformizar as solenidades em todos os TRTs, perpetuando a imagem que já temos de eficácia, profissionalismo  e excelência,” descreveu.

No primeiro dia do evento, palestras abordaram o perfil profissional, o propósito na carreira, a alta performance, a atualização das normas protocolares a autorresponsabilidade e o sucesso profissional.

A professora de gestão de empresas, de protocolo e de cerimonial Katia Albuquerque fez uma análise comparativa das normas existentes entre os Tribunais Superiores. “Estudamos os casos e o comportamento de cada Tribunal para tentar encontrar uma norma que seja mais abrangente e que atenda às necessidades de todos, sem causar instabilidades tanto para as autoridades que participam do evento quanto para aqueles que recebem. O cerimonial não é uma matemática, cada caso é um caso e tem uma situação específica a ser estudada”, afirmou.

No período da tarde, os cerimonialistas continuaram os estudos comparados e debateram a aplicação das normas de pronome de tratamento estabelecidas no Decreto Nº 9.758, de 11 de Abril de 2019.

O curso, que continua nesta sexta-feira (5), conta com a participação de representantes do cerimonial do Tribunal Superior do Trabalho e do Conselho Superior da Justiça do Trabalho e dos 24 Tribunais Regionais do Trabalho.

(NV/TG)


_____________________________________________
Conteúdo de Responsabilidade da DCCSJT
Divisão de Comunicação
Email: comunica@csjt.jus.br
Telefone: (61) 3043-4907