Ir para o conteúdo

Empresa não pode ser obrigada a homologar todos os atestados médicos de empregado, decide TRT da 10ª Região (DF) - CSJT2

Banner Rotativo Novo 6-2

Aplicações Aninhadas

Publicador de Conteúdos e Mídias

Dia Mundial da Juventude: desemprego é desafio para jovens e para a sociedade

Reportagem especial sobre a data aborda medidas para inclusão da nova geração no mercado de trabalho 

Justiça do Trabalho promove Semana da Aprendizagem de 22 a 26 de agosto

Iniciativa estimula geração de oportunidades para inserção de jovens no mercado de trabalho

Robô Preá: PJe conta com nova ferramenta para ajudar setor de precatórios

Atualmente, servidoras e servidores que atuam nesta área precisam realizar diversos procedimentos manuais e repetitivos

JT Sigep: app vai auxiliar magistrados e servidores em consultas e autoatendimento funcionais

Evento de lançamento ocorrerá no dia 17 de agosto, às 10h, na sede do TST.

Presidente do CSJT assina ato que reajusta valor do auxílio médico e odontológico no 1º e 2º graus

O documento foi assinado na manhã da última sexta-feira (5/8), em audiência do ministro Emmanoel Pereira com dirigentes da Fenajufe e do Sindjus/DF. 

SIGEP-JT

Manuais e videoaulas do SIGEP-JT

Justiça do Trabalho reverte justa causa de trabalhador que chutou cachorro da empresa

Ficou provada a dupla punição por parte da empresa, que aplicou advertência logo após o fato e, 15 dias depois, dispensou o empregado por justa causa com base na mesma falta

Informes



Informes CSJT/TST

 

Democracia e greve no direito brasileiro é o tema do mês da Biblioteca do TST

O Tema do Mês de agosto da Biblioteca Délio Maranhão do Tribunal Superior do...

Motorista que trabalhava 16 horas diárias e só tinha dois domingos de folga por mês obtém indenização

A indenização por dano existencial foi fixada em R$ 15 mil. Esse tipo de dano ocorre quando há excesso de horas trabalhadas, o que prejudica a convivência social e familiar 

Publicador de Conteúdos e Mídias

null Empresa não pode ser obrigada a homologar todos os atestados médicos de empregado, decide TRT da 10ª Região (DF)

Funcionário trabalha na Companhia do Metropolitano do Distrito Federal 

03/12/2021 - A Terceira Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região (Tocantins/DF) manteve sentença que negou pedido de um empregado da Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô/DF) que pretendia obrigar a empresa a analisar e homologar todos os seus atestados e laudos médicos, já apresentados ou que vierem a ser apresentados. Em seu voto, o relator do caso, desembargador José Leone Cordeiro Leite, confirmou os fundamentos da sentença, no sentido da impossibilidade de se impor essa obrigação, sob pena de retirar o poder diretivo da empresa de analisar e até questionar os documentos.

Na ação, afirmando que a empresa se negou a apreciar seus atestados e laudos médicos, o empregado pediu à Justiça do Trabalho que obrigasse o Metrô/DF a homologar todos os atestados apresentados e os que vierem a ser apresentados. Em defesa, a empresa contestou as alegações, salientando que o empregado sequer indicou quais atestados foram recusados ou tiveram homologação negada.  

O juiz de primeiro grau julgou improcedentes os pleitos. Na sentença, revelou que o próprio trabalhador reconheceu que a empresa acolheu seu pedido para retornar a seu posto em uma estação com menor movimento, em razão de sua saúde, mantendo o pedido para que a empresa fosse obrigada a homologar todos os seus atestados. O juiz ressaltou que não poderia impor à empresa essa homologação, uma vez que o empregador tem direito de avaliar o atestado e, se for o caso, questioná-lo, fazendo-o de forma fundamentada. A imposição, frisou o magistrado, tiraria o poder diretivo da empresa.

No recurso dirigido ao TRT-10, o empregado repete seu pedido para que a empresa seja obrigada a analisar e homologar todos os seus atestados médicos.  

Em seu voto, o relator confirmou que o autor da reclamação não indicou nenhum atestado que tenha sido recusado pelo Metrô/DF, ou que não tenha sido homologado. Pelo contrário, salientou o desembargador, a própria petição inicial revela que atestados apresentados em julho de 2020 pelo empregado foram devidamente analisados, inclusive levando ao seu afastamento do trabalho por oito dias. Ainda segundo o relator, o trabalhador afirmou que não teve problemas para o reconhecimento de atestados quanto aos afastamentos quando foi necessário, e que busca, na verdade, garantia de que não será transferido para uma estação de grande movimento.

“Não se verifica nos autos haver qualquer omissão da Reclamada [Metrô/DF] ou abuso de direito a demandar decisão judicial a fim de fazer cessar irregularidade”, salientou em seu voto o relator, para quem eventual determinação que compelisse a empresa a homologar todos os atestados médicos “retiraria o poder diretivo do empregador e a própria possibilidade de analisar tais documentos”.

Assim, por considerar indevida a pretensão do trabalhador, o desembargador votou pelo desprovimento do recurso. A decisão foi unânime.

Fonte: TRT da 10ª Região (Tocantins/DF)

Publicador de Conteúdos e Mídias

Dia Mundial da Juventude: desemprego é desafio para jovens e para a sociedade

Reportagem especial sobre a data aborda medidas para inclusão da nova geração no mercado de trabalho 

Justiça do Trabalho promove Semana da Aprendizagem de 22 a 26 de agosto

Iniciativa estimula geração de oportunidades para inserção de jovens no mercado de trabalho

Robô Preá: PJe conta com nova ferramenta para ajudar setor de precatórios

Atualmente, servidoras e servidores que atuam nesta área precisam realizar diversos procedimentos manuais e repetitivos

JT Sigep: app vai auxiliar magistrados e servidores em consultas e autoatendimento funcionais

Evento de lançamento ocorrerá no dia 17 de agosto, às 10h, na sede do TST.

Presidente do CSJT assina ato que reajusta valor do auxílio médico e odontológico no 1º e 2º graus

O documento foi assinado na manhã da última sexta-feira (5/8), em audiência do ministro Emmanoel Pereira com dirigentes da Fenajufe e do Sindjus/DF. 

SIGEP-JT

Manuais e videoaulas do SIGEP-JT

Justiça do Trabalho reverte justa causa de trabalhador que chutou cachorro da empresa

Ficou provada a dupla punição por parte da empresa, que aplicou advertência logo após o fato e, 15 dias depois, dispensou o empregado por justa causa com base na mesma falta

Informes



Informes CSJT/TST

 

Democracia e greve no direito brasileiro é o tema do mês da Biblioteca do TST

O Tema do Mês de agosto da Biblioteca Délio Maranhão do Tribunal Superior do...

Motorista que trabalhava 16 horas diárias e só tinha dois domingos de folga por mês obtém indenização

A indenização por dano existencial foi fixada em R$ 15 mil. Esse tipo de dano ocorre quando há excesso de horas trabalhadas, o que prejudica a convivência social e familiar 

Mais notícias

Tema - Video Página Inicial

Espaço

 

Menu Lateral Direito - TEMA

Banner lateral peg 2

 

Tema - NOTÍCIAS DOS TRTs

 
NOTÍCIAS DOS TRTs

Publicador de Conteúdos e Mídias

Dia Mundial da Juventude: desemprego é desafio para jovens e para a sociedade

Reportagem especial sobre a data aborda medidas para inclusão da nova geração no mercado de trabalho 

Justiça do Trabalho promove Semana da Aprendizagem de 22 a 26 de agosto

Iniciativa estimula geração de oportunidades para inserção de jovens no mercado de trabalho

Robô Preá: PJe conta com nova ferramenta para ajudar setor de precatórios

Atualmente, servidoras e servidores que atuam nesta área precisam realizar diversos procedimentos manuais e repetitivos

JT Sigep: app vai auxiliar magistrados e servidores em consultas e autoatendimento funcionais

Evento de lançamento ocorrerá no dia 17 de agosto, às 10h, na sede do TST.

Presidente do CSJT assina ato que reajusta valor do auxílio médico e odontológico no 1º e 2º graus

O documento foi assinado na manhã da última sexta-feira (5/8), em audiência do ministro Emmanoel Pereira com dirigentes da Fenajufe e do Sindjus/DF. 

SIGEP-JT

Manuais e videoaulas do SIGEP-JT

Justiça do Trabalho reverte justa causa de trabalhador que chutou cachorro da empresa

Ficou provada a dupla punição por parte da empresa, que aplicou advertência logo após o fato e, 15 dias depois, dispensou o empregado por justa causa com base na mesma falta

Informes



Informes CSJT/TST

 

Democracia e greve no direito brasileiro é o tema do mês da Biblioteca do TST

O Tema do Mês de agosto da Biblioteca Délio Maranhão do Tribunal Superior do...

Motorista que trabalhava 16 horas diárias e só tinha dois domingos de folga por mês obtém indenização

A indenização por dano existencial foi fixada em R$ 15 mil. Esse tipo de dano ocorre quando há excesso de horas trabalhadas, o que prejudica a convivência social e familiar 

Mais notícias - TRTs

Banner lateral peg 1

 

Banner lateral peg 3