Ir para o conteúdo

Justiça do Trabalho reverte justa causa de trabalhador que chutou cachorro da empresa - CSJT2

Banner Rotativo Novo 6-2

Aplicações Aninhadas

Publicador de Conteúdos e Mídias

null Justiça do Trabalho reverte justa causa de trabalhador que chutou cachorro da empresa

Ficou provada a dupla punição por parte da empresa, que aplicou advertência logo após o fato e, 15 dias depois, dispensou o empregado por justa causa com base na mesma falta

Imagem: cachorro com colete de segurança

Imagem: cachorro com colete de segurança

12/08/2022 - A Justiça do Trabalho manteve a reversão da dispensa por justa causa aplicada ao trabalhador que chutou o cachorro da empregadora - uma indústria química em Vespasiano/MG. A decisão é dos integrantes da Sétima Turma do TRT da 3ª Região (MG), que mantiveram a decisão do juízo da 1ª Vara do Trabalho de Pedro Leopoldo. Os julgadores entenderam que houve dupla punição pelo mesmo fato gerador, ausência de tipicidade e a ausência de imediatidade. Ficou mantida, portanto, a dispensa sem justa causa na data de 17/3/2020, último dia de trabalho. 

O profissional, que foi contratado como eletromecânico operador, contou que, no dia 2/3/2020, foi atacado por dois cães que ficavam soltos no pátio da empresa quando ele estava saindo de motocicleta para levar um notebook à assistência técnica. Alegou que, por ter lançado seu pé para trás na tentativa de se desvencilhar das investidas dos cães, foi advertido por escrito, no dia 4/3/2020. Depois disso, foi dispensado por justa causa no dia 17/3/2020, com a alegação de “ter chutado e maltratado animal dentro da empresa e por ter feito provocações”. Inconformado, ele ajuizou ação trabalhista pedindo a reversão da justa causa. 

Testemunha ouvida no processo e indicada pelo trabalhador declarou que havia de quatro a cinco cachorros na empresa e que eles permaneciam soltos. E que “um ou dois cachorros tinham o hábito de perseguir quem estava de moto ou bicicleta”, contou, lembrando que já havia sido perseguido por um desses animais. Já a testemunha indicada pela empresa disse que o profissional estava se aproximando e que o cachorro latiu para ele. “Oportunidade em que este se equilibrou e chutou o cachorro; e que, após o chute, o cachorro ficou assustado, sentindo dores e deitado por um tempo”, explicou. 

Embora tenha restado evidente que o ex-empregado chutou o cachorro, para o juízo não ficou evidenciado, nos depoimentos, que ele agiu com mau procedimento, com intenção de maltratar o animal. “Isso porque as testemunhas foram uníssonas em afirmar que o animal perseguiu a motocicleta, latindo”, pontuou o magistrado.

“O comportamento reativo do ex-empregado é o ordinariamente esperado por qualquer pessoa na mesma situação, sendo obrigação da empresa manter um ambiente de trabalho hígido. As provas dos autos demonstram que era comum os animais da empresa avançarem nos trabalhadores que estivessem de moto ou bicicleta dentro do pátio, o que revela que a empregadora não guardava e vigiava os animais com o cuidado necessário”, ressaltou o julgador da 1ª Vara do Trabalho de Pedro Leopoldo. A conclusão foi de que o profissional agiu para se defender, o que levou ao convencimento de que não houve irregularidade de conduta profissional, má-fé ou inidoneidade.

Com a decisão de primeiro grau, a empresa interpôs recurso, inconformada com a invalidade da justa causa. Relatou o histórico de advertências verbais e formais do ex-empregado e destacou a gravidade da conduta que acarretou a aplicação da justa causa.

Mas, ao relatar o recurso, o desembargador Antônio Carlos Rodrigues Filho concordou com o entendimento da decisão de 1º grau, especialmente quando salienta que houve dupla punição pelo mesmo fato gerador. “Com efeito, tendo a empresa aplicado a pena de advertência na sequência imediata ao fato, esgotou-se, naquele momento, o exercício do poder punitivo, razão pela qual não poderia, 15 dias depois, dispensar o empregado por justa causa com base na mesma falta”, concluiu. 

Dessa forma, o julgador negou provimento ao recurso da empregadora. A dispensa sem justa causa foi mantida. O processo foi enviado ao TST para análise do recurso de revista.

Fonte: TRT da 3ª Região

 

Publicador de Conteúdos e Mídias

Informes



Informes CSJT/TST

 

Desafios do teletrabalho às relações trabalhistas é o tema do mês da Biblioteca do TST

O Tema do Mês de setembro da Biblioteca Délio Maranhão do Tribunal...

Técnico em segurança do trabalho ausente durante explosão reverte demissão por justa causa

A relatora do caso destacou um relatório de auditor fiscal do trabalho que apontou infrações graves a normas de segurança nas instalações da empresa. Houve 26 autos de infração. 

TRT-MG exclui responsabilidade de filhos por direitos trabalhistas de cuidadora contratada por pais idosos

Testemunha, que ia à casa do casal duas vezes por semana, contou nunca ter visto os filhos na residência e que os idosos eram aposentados, lúcidos e com boa memória

SIGEP-JT

Manuais e videoaulas do SIGEP-JT

Tecnologia da Informação e Comunicação - Governança - Contratos de TIC

Contratos mantidos pelo CSJT


Relação de contratos de TIC do CSJT, por exercício  financeiro -  Ciclo PE-CSJT 2021 a 2026.

 

Exercício 2022





Objeto
Beneficiário
...

Futuro da Justiça do Trabalho é tema de workshop no TST

O evento contou com a apresentação de conferências, oficinas e projetos sociais desenvolvidos pelos TRTs.

Executômetro - coluna 2 - 2022














TRT-01

TRT-15

TRT-02

TRT-09

TRT-10

TRT-05

TRT-24

TRT-21

TRT-14

Mantida justa causa de trabalhador de laticínio em Caxambu(MG) que se recusou a mudar de setor

Para a relatora, não foi demonstrada a prática de ato ilícito, pela fábrica, que possa ter ferido a honra e a dignidade do ex-empregado

Publicador de Conteúdos e Mídias

Informes



Informes CSJT/TST

 

Desafios do teletrabalho às relações trabalhistas é o tema do mês da Biblioteca do TST

O Tema do Mês de setembro da Biblioteca Délio Maranhão do Tribunal...

Técnico em segurança do trabalho ausente durante explosão reverte demissão por justa causa

A relatora do caso destacou um relatório de auditor fiscal do trabalho que apontou infrações graves a normas de segurança nas instalações da empresa. Houve 26 autos de infração. 

TRT-MG exclui responsabilidade de filhos por direitos trabalhistas de cuidadora contratada por pais idosos

Testemunha, que ia à casa do casal duas vezes por semana, contou nunca ter visto os filhos na residência e que os idosos eram aposentados, lúcidos e com boa memória

SIGEP-JT

Manuais e videoaulas do SIGEP-JT

Tecnologia da Informação e Comunicação - Governança - Contratos de TIC

Contratos mantidos pelo CSJT


Relação de contratos de TIC do CSJT, por exercício  financeiro -  Ciclo PE-CSJT 2021 a 2026.

 

Exercício 2022





Objeto
Beneficiário
...

Futuro da Justiça do Trabalho é tema de workshop no TST

O evento contou com a apresentação de conferências, oficinas e projetos sociais desenvolvidos pelos TRTs.

Executômetro - coluna 2 - 2022














TRT-01

TRT-15

TRT-02

TRT-09

TRT-10

TRT-05

TRT-24

TRT-21

TRT-14

Mantida justa causa de trabalhador de laticínio em Caxambu(MG) que se recusou a mudar de setor

Para a relatora, não foi demonstrada a prática de ato ilícito, pela fábrica, que possa ter ferido a honra e a dignidade do ex-empregado

Mais notícias

Tema - Video Página Inicial

Espaço

 

Menu Lateral Direito - TEMA

Banner lateral peg 2

 

Tema - NOTÍCIAS DOS TRTs

 
NOTÍCIAS DOS TRTs

Publicador de Conteúdos e Mídias

Informes



Informes CSJT/TST

 

Desafios do teletrabalho às relações trabalhistas é o tema do mês da Biblioteca do TST

O Tema do Mês de setembro da Biblioteca Délio Maranhão do Tribunal...

Técnico em segurança do trabalho ausente durante explosão reverte demissão por justa causa

A relatora do caso destacou um relatório de auditor fiscal do trabalho que apontou infrações graves a normas de segurança nas instalações da empresa. Houve 26 autos de infração. 

TRT-MG exclui responsabilidade de filhos por direitos trabalhistas de cuidadora contratada por pais idosos

Testemunha, que ia à casa do casal duas vezes por semana, contou nunca ter visto os filhos na residência e que os idosos eram aposentados, lúcidos e com boa memória

SIGEP-JT

Manuais e videoaulas do SIGEP-JT

Tecnologia da Informação e Comunicação - Governança - Contratos de TIC

Contratos mantidos pelo CSJT


Relação de contratos de TIC do CSJT, por exercício  financeiro -  Ciclo PE-CSJT 2021 a 2026.

 

Exercício 2022





Objeto
Beneficiário
...

Futuro da Justiça do Trabalho é tema de workshop no TST

O evento contou com a apresentação de conferências, oficinas e projetos sociais desenvolvidos pelos TRTs.

Executômetro - coluna 2 - 2022














TRT-01

TRT-15

TRT-02

TRT-09

TRT-10

TRT-05

TRT-24

TRT-21

TRT-14

Mantida justa causa de trabalhador de laticínio em Caxambu(MG) que se recusou a mudar de setor

Para a relatora, não foi demonstrada a prática de ato ilícito, pela fábrica, que possa ter ferido a honra e a dignidade do ex-empregado

Mais notícias - TRTs

Banner lateral peg 1

 

Banner lateral peg 3