Ir para o conteúdo

Ministra ouvidora do TST/CSJT destaca importância da autonomia das ouvidorias - CSJT2

Banner Rotativo Novo 6-2

Aplicações Aninhadas

Publicador de Conteúdos e Mídias

null Ministra ouvidora do TST/CSJT destaca importância da autonomia das ouvidorias

A ministra Maria Helena Mallmann participou da 29ª Reunião Ordinária do Coleouv, no CNJ, em Brasília 

Ministra Maria Helena Mallmann, Ouvidora-Geral do TST. (Foto: Luiz Silveira/Agência CNJ)

Ministra Maria Helena Mallmann, Ouvidora-Geral do TST. (Foto: Luiz Silveira/Agência CNJ)

25/11/2021 - A ministra Maria Helena Mallmann, ouvidora do Tribunal Superior do Trabalho (TST), compôs a mesa de abertura da 29ª Reunião Ordinária do Colégio de Ouvidores da Justiça do Trabalho (Coleouv). O evento ocorreu na sede do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), na manhã desta quinta-feira (25). Essa foi a primeira reunião do colegiado em formato híbrido, com parte dos ouvidores presentes no auditório, e o restante, remotamente.

Além da ministra do TST, a mesa de abertura contou com a presença do presidente do Colégio de Ouvidores da Justiça do Trabalho e ouvidor do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região (Campinas/SP), desembargador Hélcio Dantas Lobo Junior; do secretário do Coleouv e ouvidor do TRT da 13ª Região (PB), desembargador Tarcísio Régis Valente; da conselheira ouvidora-geral do CNJ, Tânia Regina Silva Reckziegel; e do ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Sérgio Kokina.

Autonomia e legitimidade 

A ministra Maria Helena Mallmann falou da relevância do trabalho dos ouvidores para a aprovação da Resolução CNJ  432/21, que disciplina as atividades das ouvidorias. “Parabenizo todos os ouvidores da Justiça do Trabalho pela unidade de encaminhamento e pela qualidade das proposições, porque importantes avanços foram alcançados em termos de atuação, da autonomia e da legitimidade dos ouvidores regionais”, assinalou.

Credibilidade 

A ministra disse estar bastante emocionada com a realização da reunião presencial. “Apesar de todos os avanços alcançados com a tecnologia, nada se compara ao  contato humano”, disse. “Afinal, é isso que nos conduz”. Ela registrou, ainda, a importância do trabalho desenvolvido pela atual  presidência do Colégio de Ouvidores e por todos os servidores que atuam nas ouvidorias. “Sem a dedicação de todos, não teríamos condições de prestar um atendimento eficaz e de qualidade à sociedade”.

Segundo a ministra ouvidora, somente no último trimestre, a Ouvidoria do TST realizou mais de quatro mil atendimentos, entre denunciantes, servidores, interessados, advogados e reclamantes. “Esse número expressivo demonstra a imensa demanda da sociedade e sua confiança na atuação das ouvidorias”, afirmou.

Os trabalhos da 29ª Reunião do Colégio de Ouvidores da Justiça do Trabalho prosseguem até esta sexta-feira (26).

(AM/RT)

Publicador de Conteúdos e Mídias

Dia Mundial da Juventude: desemprego é desafio para jovens e para a sociedade

Reportagem especial sobre a data aborda medidas para inclusão da nova geração no mercado de trabalho 

Justiça do Trabalho promove Semana da Aprendizagem de 22 a 26 de agosto

Iniciativa estimula geração de oportunidades para inserção de jovens no mercado de trabalho

Robô Preá: PJe conta com nova ferramenta para ajudar setor de precatórios

Atualmente, servidoras e servidores que atuam nesta área precisam realizar diversos procedimentos manuais e repetitivos

JT Sigep: app vai auxiliar magistrados e servidores em consultas e autoatendimento funcionais

Evento de lançamento ocorrerá no dia 17 de agosto, às 10h, na sede do TST.

Presidente do CSJT assina ato que reajusta valor do auxílio médico e odontológico no 1º e 2º graus

O documento foi assinado na manhã da última sexta-feira (5/8), em audiência do ministro Emmanoel Pereira com dirigentes da Fenajufe e do Sindjus/DF. 

SIGEP-JT

Manuais e videoaulas do SIGEP-JT

Justiça do Trabalho reverte justa causa de trabalhador que chutou cachorro da empresa

Ficou provada a dupla punição por parte da empresa, que aplicou advertência logo após o fato e, 15 dias depois, dispensou o empregado por justa causa com base na mesma falta

Informes



Informes CSJT/TST

 

Democracia e greve no direito brasileiro é o tema do mês da Biblioteca do TST

O Tema do Mês de agosto da Biblioteca Délio Maranhão do Tribunal Superior do...

Motorista que trabalhava 16 horas diárias e só tinha dois domingos de folga por mês obtém indenização

A indenização por dano existencial foi fixada em R$ 15 mil. Esse tipo de dano ocorre quando há excesso de horas trabalhadas, o que prejudica a convivência social e familiar 

Publicador de Conteúdos e Mídias

Dia Mundial da Juventude: desemprego é desafio para jovens e para a sociedade

Reportagem especial sobre a data aborda medidas para inclusão da nova geração no mercado de trabalho 

Justiça do Trabalho promove Semana da Aprendizagem de 22 a 26 de agosto

Iniciativa estimula geração de oportunidades para inserção de jovens no mercado de trabalho

Robô Preá: PJe conta com nova ferramenta para ajudar setor de precatórios

Atualmente, servidoras e servidores que atuam nesta área precisam realizar diversos procedimentos manuais e repetitivos

JT Sigep: app vai auxiliar magistrados e servidores em consultas e autoatendimento funcionais

Evento de lançamento ocorrerá no dia 17 de agosto, às 10h, na sede do TST.

Presidente do CSJT assina ato que reajusta valor do auxílio médico e odontológico no 1º e 2º graus

O documento foi assinado na manhã da última sexta-feira (5/8), em audiência do ministro Emmanoel Pereira com dirigentes da Fenajufe e do Sindjus/DF. 

SIGEP-JT

Manuais e videoaulas do SIGEP-JT

Justiça do Trabalho reverte justa causa de trabalhador que chutou cachorro da empresa

Ficou provada a dupla punição por parte da empresa, que aplicou advertência logo após o fato e, 15 dias depois, dispensou o empregado por justa causa com base na mesma falta

Informes



Informes CSJT/TST

 

Democracia e greve no direito brasileiro é o tema do mês da Biblioteca do TST

O Tema do Mês de agosto da Biblioteca Délio Maranhão do Tribunal Superior do...

Motorista que trabalhava 16 horas diárias e só tinha dois domingos de folga por mês obtém indenização

A indenização por dano existencial foi fixada em R$ 15 mil. Esse tipo de dano ocorre quando há excesso de horas trabalhadas, o que prejudica a convivência social e familiar 

Mais notícias

Tema - Video Página Inicial

Espaço

 

Menu Lateral Direito - TEMA

Banner lateral peg 2

 

Tema - NOTÍCIAS DOS TRTs

 
NOTÍCIAS DOS TRTs

Publicador de Conteúdos e Mídias

Dia Mundial da Juventude: desemprego é desafio para jovens e para a sociedade

Reportagem especial sobre a data aborda medidas para inclusão da nova geração no mercado de trabalho 

Justiça do Trabalho promove Semana da Aprendizagem de 22 a 26 de agosto

Iniciativa estimula geração de oportunidades para inserção de jovens no mercado de trabalho

Robô Preá: PJe conta com nova ferramenta para ajudar setor de precatórios

Atualmente, servidoras e servidores que atuam nesta área precisam realizar diversos procedimentos manuais e repetitivos

JT Sigep: app vai auxiliar magistrados e servidores em consultas e autoatendimento funcionais

Evento de lançamento ocorrerá no dia 17 de agosto, às 10h, na sede do TST.

Presidente do CSJT assina ato que reajusta valor do auxílio médico e odontológico no 1º e 2º graus

O documento foi assinado na manhã da última sexta-feira (5/8), em audiência do ministro Emmanoel Pereira com dirigentes da Fenajufe e do Sindjus/DF. 

SIGEP-JT

Manuais e videoaulas do SIGEP-JT

Justiça do Trabalho reverte justa causa de trabalhador que chutou cachorro da empresa

Ficou provada a dupla punição por parte da empresa, que aplicou advertência logo após o fato e, 15 dias depois, dispensou o empregado por justa causa com base na mesma falta

Informes



Informes CSJT/TST

 

Democracia e greve no direito brasileiro é o tema do mês da Biblioteca do TST

O Tema do Mês de agosto da Biblioteca Délio Maranhão do Tribunal Superior do...

Motorista que trabalhava 16 horas diárias e só tinha dois domingos de folga por mês obtém indenização

A indenização por dano existencial foi fixada em R$ 15 mil. Esse tipo de dano ocorre quando há excesso de horas trabalhadas, o que prejudica a convivência social e familiar 

Mais notícias - TRTs

Banner lateral peg 1

 

Banner lateral peg 3