Menu de Navegação

Notícias

null Motoristas do Eixo Anhanguera retornam ao trabalho após acordo com a Metrobus mediado pelo TRT da 18ª Região (GO) 

Profissionais tinham iniciado a greve no dia 11 de maio

13/05/2021 - Após iniciarem greve na madrugada desta terça-feira (11/5) em Goiânia, os motoristas do Eixo Anhanguera decidiram retornar ao trabalho às 16 horas, após negociações feitas durante todo o dia na Justiça do Trabalho em Goiás. A audiência, realizada de forma virtual, foi conduzida pelo vice-presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região (GO), desembargador Geraldo Nascimento, com o acompanhamento do Ministério Público do Trabalho. O acordo foi firmado entre o SindColetivo (Sindicato Intermunicipal dos Trabalhadores no Transporte Coletivo de Goiânia e Região Metropolitana), que representa os trabalhadores,  o Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Goiânia – SET, e o representante da Metrobus.

Pelo acordo, a Metrobus se comprometeu a discutir o retorno do pagamento do anuênio de 3% à categoria em reunião que deverá acontecer até a próxima segunda-feira, entre os trabalhadores e a empresa. Segundo a Metrobus, não seria possível conceder o benefício sem antes ouvir a Secretaria de Economia. Em contrapartida, os motoristas retomaram as atividades imediatamente. A empresa também se comprometeu a abonar as faltas e a não retaliar os grevistas.

A negociação entre os sindicatos patronal e profissional teve início na tarde de ontem e estendeu-se até o início da tarde de hoje. A conciliação se deu em sede de dois pedidos de mediação e conciliação pré-processual protocolados pelos sindicatos profissional e patronal na Justiça do Trabalho.

Na ocasião, ficou estabelecido que o vice-presidente manifestará nos autos do dissídio coletivo de greve (DCG 0010356-96.2021.5.18) acerca da isenção da multa aplicada anteriormente ao SindColetivo, em liminar deferida na noite de segunda-feira (10/5).

A discussão sobre as cláusulas econômicas, reivindicadas pelos trabalhadores, será feita a partir de 15 de junho próximo, conforme proposto pelo sindicato patronal. Já os benefícios sociais da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) ficam prorrogados por mais 30 dias.

Estiveram presentes à audiência de conciliação os advogados Patrícia Miranda, do sindicato patronal, Nabson Santana, do sindicato profissional, o vice-presidente do SET, Alexandre Eduardo Silva de Moura, o presidente do SindColetivo, Sérgio Araújo,  e o procurador do Trabalho José Marcos da Cunha Abreu.

A greve

Motoristas do Eixo Anhanguera paralisaram as atividades nesta terça-feira (11), em Goiânia. Segundo informações da Metrobus, a frota foi reduzida a 20%. A medida começou ainda na madrugada e se encerrou às 16 horas.

Fonte: TRT da 18ª Região (GO) 

Rodapé Responsável DCCSJT

Conteúdo de Responsabilidade da SECOM/TST
Telefone: (61) 3043-7882
E-mail: secom@tst.jus.br