Notícias

null Comitê analisa propostas sobre indicadores da Estratégia Nacional do Poder Judiciário

Os indicadores, depois de aprovados, servem de base para a definição das metas nacionais do Judiciário.

(15/05/2020)

O Comitê Gestor da Estratégia da Justiça do Trabalho se reuniu telepresencialmente nesta quinta-feira (14) para deliberar sobre a proposta da Justiça do Trabalho a respeito dos conceitos, macrodesafios e indicadores da Estratégia Nacional do Poder Judiciário de 2021 a 2026. Os indicadores, depois de aprovados, servem de base para a definição das metas nacionais do Judiciário.

A construção da Estratégia Nacional do Poder Judiciário é conduzida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e conta com participação de todos os ramos da Justiça. Foi encaminhada para a Justiça do Trabalho uma proposta relativa aos conceitos e indicadores dos macrodesafios do ramo. O CSJT, então, repassou a proposta para os TRTs emitirem suas considerações que, posteriormente, em reunião dos Subcomitês Gestores da Estratégia da Justiça do Trabalho, formaram uma única proposta para cada porte de TRT (pequeno, médio e grande porte). 

O Comitê Gestor de Estratégia da Justiça do Trabalho consolidou essas três sugestões por porte em uma única proposta para toda a Justiça do Trabalho, que será encaminhada ao CNJ. Essa foi a primeira reunião do Comitê desde a sua criação, em 14 de fevereiro, pela Resolução CSJT 259/2020.

(VC/AJ)

Rodapé Responsável DCCSJT

Conteúdo de Responsabilidade da SECOM/TST
Telefone: (61) 3043-7882
E-mail: comunica@csjt.jus.br