Menu de Navegação

Notícias

null Acordo com empresas de calçados do Rio Grande do Sul busca evitar aglomerações na entrada e saída dos trabalhadores

Uma mediação por videoconferência realizada pelo Tribunal Regional do Trabalho da 4ª (RS), no dia 6 de abril, celebrou um acordo entre quatro empresas do setor calçadista e o Sindicato dos Sapateiros de Sapiranga e Região. Os representantes das empresas e dos trabalhadores entraram em consenso sobre a adoção de medidas de prevenção ao coronavírus relacionadas ao registro de ponto. O objetivo das iniciativas é evitar aglomerações nos momentos de entrada e saída do trabalho.

Conforme os termos do acordo, será permitido o alongamento do tempo de registro de ponto na entrada dos turnos, para diluir os horários de entrada dos empregados. Também haverá liberação da marcação de ponto na saída dos turnos, exceto para trabalhadores que saiam antes do final do expediente ou façam horas extras. Essas providências deverão ser mantidas enquanto durar a situação de pandemia. 

A mediação foi conduzida pelo vice-presidente do TRT da 4ª Região (RS), desembargador Francisco Rossal de Araújo, com a participação de representantes das empresas Calçados Ramarim, Calçados Marte, Calçados Sandra e Plastinova Indústria de Injetados, e do sindicato dos sapateiros, que atua nos municípios de Sapiranga, Araricá e Nova Hartz. O Ministério Público do Trabalho (MPT) foi representado pelo procurador regional Paulo Eduardo Pinto de Queiroz. 

Fonte: TRT da 4ª Região (RS)      

Rodapé Responsável DCCSJT

Conteúdo de Responsabilidade da SECOM/TST
Telefone: (61) 3043-7882
E-mail: comunica@csjt.jus.br