Menu de Navegação

Publicador de Conteúdos e Mídias

Mantida indenização à família de trabalhador morto após queda de tijolos a 18 metros de altura

Ficou provado que os empregados não eram orientados sobre a forma adequada e segura de utilizar os equipamentos.

Empresa é condenada por revista em objetos pessoais de ex-empregada

De acordo com a trabalhadora, a revista nos objetos pessoais a constrangia na frente dos demais colegas de empresa.

Decisão de juiz da 1ª VT de Arapiraca (AL) retira trabalhadores de condições análogas à escravidão

Magistrado salientou que os fatos narrados pelo MPT em sua petição são extremamente graves e vêm alicerçados em razoável prova documental.

Mineradora é condenada a pagar R$ 150 mil a trabalhador que perdeu parte dos dedos após explosão de estopim

Em defesa, a empresa não negou a gravidade do acidente, mas alegou que o trabalhador descumpriu o procedimento do fabricante de aguardar 30 minutos para checar a falha do acessório.

Justiça do Trabalho em SP nega pedido para uso de barba e bigode por guardas municipais de São Caetano do Sul

A juíza do caso defendeu a conduta do empregador e entendeu que não é abusivo exigir determinados padrões de comportamento de grupo de servidores no ambiente de trabalho.

Herdeiros de motorista que perdeu a vida em acidente de trabalho receberão indenização de transportadora

O motorista faleceu após colidir seu veículo com outra carreta em um trecho da rodovia Transamazônica, na cidade de Uruará (PA).

Shopping é condenado a arcar com indenização por danos morais em ação coletiva

A juíza do caso estabeleceu um prazo de 180 dias para que seja providenciado um local seguro para a permanência dos filhos dos funcionários. 

Familiares de trabalhador que morreu soterrado por grãos de café serão indenizados

O profissional sofreu acidente de trabalho fatal apenas 11 dias após ser admitido na propriedade rural, quando caiu em moega e morreu de asfixia por soterramento

TRT-SP não reconhece relação de emprego de policial militar com serviço de segurança privada

Para os magistrados, deve-se rejeitar qualquer possibilidade de reconhecimento de relação empregatícia entre particulares e policiais da ativa. 

Vendedora de SC pressionada a gravar anúncios em redes sociais deve ser indenizada

A Terceira Câmara concluiu que a empresa não tinha autorização para explorar imagem da empregada, que aparecia em vídeos. 

Rodapé Responsável DCCSJT